17 de mai de 2005

Seria minha esperança?

Estudo identifica vacina que ajuda a largar o cigarro.
Por Maggie Fox
Correspondente de Saúde e Ciência


ORLANDO (Reuters) - Uma vacina experimental contra nicotina ajudou fumantes a deixar o vício. Ainda são necessários mais testes, mas a experiência com pessoas que fumam muito sugere que 40 por cento conseguiram deixar de fumar por quase seis meses depois da aplicação da vacina, revelaram pesquisadores suíços.

A vacina da Cytos usa parte de uma proteína do vírus modificada artificialmente para atrair uma resposta do sistema imunológico à nicotina. Pacientes que receberam a vacina produziram esses anticorpos.

"Eles não sentem que precisam de um cigarro para se sentir melhor", disse Cornuz em entrevista.

Na fase dois do estudo, a equipe de Cornuz fez testes com 341 voluntários, dos quais 239 também evitaram qualquer terapia alternativa, como uso de chicletes ou adesivos.

Dois-terços deles receberam cinco doses da vacina ao longo de quatro meses. Um terço recebeu apenas placebo --substância inócua. Todos tiveram acompanhamento psicológico para deixar o cigarro.

A equipe também testou a agilidade de reação do organismo. Alguns voluntários produziram mais anticorpos do que outros. Os que produziram mais anticorpos depois de terem recebido a vacina também eram os que tinham maior probabilidade de abandonar o vício --57 por cento deles conseguiram.

O tabaco é altamente aditivo e, em média, são necessárias 11 tentativas para largar o cigarro. O uso de tabaco é a maior causa única de câncer e doenças cardíacas e mata 5 milhões de pessoas por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

Nenhum comentário: