8 de mai de 2007

Ciclo.

Eu ando besta com a falsidade humana.
Assustada ao sair na rua.
E de saco cheio da porralouquice de muitos.
Mas não perdi as esperanças.
Voltei a acreditar no ser humano.

Mas com o pé atrás, ó.

Nenhum comentário: